NÓDULOS RENAIS: QUANDO BIOPSIAR?

Com o avanço nos métodos de diagnóstico por imagem, lesões renais cada vez menores passaram a ser identificados (incidentalomas). No entanto, mesmo com a melhora na qualidade dos exames, em alguns casos não é possível se definir a natureza da lesão (benigna ou maligna), de modo que é necessário a realização de biópsia para se definir a melhor abordagem.

A biópsia percutânea é algo rotineiro em outros órgãos sólidos e com o aumento da segurança e eficácia, podemos mudar a estratégia cirúrgica em casos de tumor renal de alto grau, evitar cirurgias em lesões benignas e dar mais segurança para se acompanhar pequenos nódulos renais.

Em torno de 25% das pequenas massas renais são benignas e a acurácia das biópsias em definir se uma lesão é benigna ou maligna gira em torno de 96% a 99% quando realizadas por equipes experientes. Deste modo, sempre que houver dúvidas sobre a natureza de pequenas massas renais, este exame deve ser realizado. Outras